Como economizar dinheiro sem deixar de viver?

Embora seja difícil, guardar dinheiro não precisa ser um martírio. Educação financeira deve ser ensinada desde a infância, mas o hábito de economizar não faz parte da cultura brasileira. Tanto é que metade da população está endividada. Mas saiba que é possível planejar sua vida financeira e poupar mesmo ganhando pouco. 

Quer aprender a poupar seu dinheiro e ter um futuro mais estável? Antes de mais nada é preciso sentar e se organizar. Quanto você ganha? Quais são seus gastos fixos? Onde é possível cortar? Para ajudar, separamos dicas para você prosperar: 

  1. Tenha consciência dos seus ganhos e despesas

Sente e organize suas finanças. Você pode usar um aplicativo ou o bom e velho caderno, mas colocar tudo de forma organizada na frente dos olhos auxilia a entender para onde seu dinheiro está indo. É importante ter consciência de quanto você ganha, quais são seus gastos fixos (moradia, alimentação, etc.) e no que mais você gasta seu dinheiro. Fazendo isso você consegue colocar os passos seguintes em prática.

  1. Corte supérfluos

Agora que você já entende seus ganhos e gastos, onde é possível cortar? Se você sai todo final de semana, pode reduzir os passeios para cada 15 dias. Ou se pede comida fora três vezes por semana, pode passar para apenas uma vez. Isso gera economia e mesmo assim você continua desfrutando de momentos de lazer. Além do mais, tenha certeza de sempre estar comprando o necessário e busque economizar com cupons de desconto. Evitar supérfluos pode reduzir bastante as despesas.

  1. Economize entre 10 e 15% do seu salário

Especialistas indicam que entre 10 a 15% da sua renda seja guardada para prioridades financeiras. Você vai fazer de conta que esse dinheiro nem existe. Se conseguir juntar mais, melhor. É possível programar em seu banco que determinado valor já seja reservado antes mesmo de você ter acesso. Mas se você tem disciplina, é possível fazer o que o consultor em investimentos Victor Oliveira recomenda em sua coluna no ReviewBox Brasil: invista esse valor ao invés de deixar guardado na poupança. Essa é uma economia a longo prazo, que pode te ajudar em momentos de aperto no futuro, especialmente na sua aposentadoria. 

  1. Trace metas e seja disciplinado

Finanças organizadas e cortes feitos. Agora é hora de definir metas. Para que você deseja guardar dinheiro? Já vimos que o ideal é que você economize entre 10 e 15% dos seus ganhos, mas se quer comprar algo novo é preciso fazer uma outra reserva secundária específica para isso e ter uma meta vai te ajudar a se comprometer. O que você deseja fazer com esse valor? Em quanto tempo consegue juntar a quantidade que deseja? Calcule, planeje e defina prazos. E antes de gastar com aquela pizza extra, lembre-se dos seus objetivos.

Categorias Dinheiro

Deixe um comentário